O uso da pílula anticoncepcional é bom ou ruim?

pilulas

Veja os malefícios e os benefícios associados ao uso da pílula anticoncepcional

Surgindo na década de 60, a pílula anticoncepcional representou um grande ganho de liberdade para as mulheres e foi uma vitória para os grupos feministas que estavam presentes em todo o mundo durante essa década.

A pílula anticoncepcional trouxe a liberdade sexual as mulheres e hoje, é usada por mais de 100 milhões de mulheres em todo o mundo.

Este é um dos medicamentos mais analisados pela comunidade científica e apesar dos seus efeitos positivos, também existe um lado negativo no seu uso, normalmente desconhecido por boa parte das usuárias.

Hoje, iremos te apresentar algumas características da pílula anticoncepcional e assim permitir que você veja se é vantajoso ou não, usar esse medicamento.

Tipos de pílula anticoncepcional

Grande parte das mulheres, negligenciam a importância da consulta médica, antes de começar a usar a pílula anticoncepcional e acabam usando aquela recomendada pela amiga ou usada pela mãe.

Mas o recomendado é ir a um ginecologista para ele receitar a pílula certa para você, já que ela é um medicamento e há tipos que são mais adequados para cada mulher.

As pílulas que contêm estrogênio e progesterona são mais seguras na questão do atraso. Mas para as mulheres que tiveram um filho recém-nascido, a pílula anticoncepcional com estrogênio não é segura para recém-nascido e por isso devem ser evitadas.

Nesse caso, recomenda-se o uso da pílula anticoncepcional que contêm apenas progesterona (de maior rigor, porém com eficácia comprometida pelo seu atraso superior a três horas para entrar no organismo) ou as que contêm desogestrel, que são eficazes mesmo depois da amamentação.

pilulas2

Benefícios da pílula anticoncepcional

A pílula não é apenas um método contraceptivo, como este é um dos medicamentos mais analisados pela comunidade científica, hoje já se sabe que ele pode trazer outros benefícios a mulher, como:

  • Melhora da acne e da TPM – Tensão Pré-Menstrual
  • Atuar na prevenção de câncer de ovário e do câncer de endométrio
  • Promover maior ganho ou manutenção da massa óssea do esqueleto da mulher
  • Ajudar na prevenção dos sintomas de osteoporose. ( ainda em estudo)
  • Tratar cólicas menstruais muito intensas
  • Controlar o sangramento volumoso das menstruações que pode, às vezes, levar a mulher a um quadro à anemia.
  • Evitar que a endometriose progrida rapidamente
  • Ser fonte de ácido fólico, através de uma pílula anticoncepcional específica que ainda não existe no Brasil, mas com seu uso é possível suprir essa necessidade nutricional, antes mesmo de ficar grávida.

Malefícios da pílula anticoncepcional

O uso em demasia da pílula anticoncepcional pode influenciar no surgimento ou agravamento de doenças como:

  • As reações cardiovasculares, principalmente as ligadas ao tromboembolismo.
  • O acidente vascular cerebral (AVC), principalmente, quando a mulher faz uso da combinação tabagismo e uso de pílula anticoncepcional, aumentando em quatro vezes o risco de um acidente vascular cerebral (AVC).
  • Agravar o quadro de hipertensão ou diabetes e por isso o uso de pílula também é contraindicado para essas mulheres.

Agora que você já tem bastante informação, junto com o auxílio de um ginecologista, decida se usar a pílula anticoncepcional é viável para você!

 

 

admin

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *